Assim sou EU....

A menina de olhos castanhos, do cabelo comprido, do sorriso sincero, da risada esquisita, dos sonhos impossíveis, da esperança interminável, de insegurança constante, dos amigos perfeitos, do coração enorme.
Aquela que se apaixona, que se esquece dos erros, que se envergonha de tudo, que se sente sozinha, e que nunca desiste. A menina que precisa ser protegida, que chora por tudo, que morre de medo, que ama a vida, que se desespera, que aproveita cada segundo, que é romântica, que fica feliz com um abraço, que sonha demais, que pensa demais, que complica demais e que deseja apenas ser feliz!

quarta-feira, 30 de maio de 2012

...

 
 
Lembra-se do dia que peguei emprestado o seu ipod novo em folha e o amassei? Pensei que você me mataria, mas você não me matou. E lembra-se daquela vez em que eu o arrastei para a praia e você disse que ia chover, e choveu? Pensei que iria dizer ‘’Eu não disse?’’, mas você não disse. Lembra-se que eu namorei todos os caras para te fazer ciúmes, e consegui? Pensei que você fosse me largar, mas você não me largou. Lembra-se da vez que derrubei torta de morango em cima do sofá da sua casa? Pensei que você fosse me bater, mas você não me bateu. E lembra-se da vez que me esqueci de lhe avisar que a festa era a rigor e você apareceu de jeans? Pensei que você fosse me largar, mas você não me largou. E houve uma porção de coisas que você não fez. Mas me aguentou, me amou, e me protegeu. Haviam muitas coisas que eu queria lhe retribuir quando você voltasse…

Mas, você não voltou…

“Eu acredito que tudo acontece por um motivo. As pessoas mudam para que você consiga deixá-las para lá. As coisas dão mal para você aprender a aprecia-las quando estão boas. E às vezes, coisas boas se separam para que coisas melhores ainda se juntem.”
“No entanto, pra dizer a verdade, hoje em dia a razão e o amor quase não andam juntos.”


Sonho de uma Noite de Verão - W. Sheakespeare

“Um desses raros momentos em que a gente sabe direitinho o que é felicidade: aquele rápido entre uma ansiedade e outra, em que tudo parece perfeito. E é.”
Mesmo quando você não sabe para onde vai, ajuda saber que você não está indo sozinha. Ninguém tem todas as respostas. Às vezes, o melhor que podemos fazer é pedir desculpas, e deixar o passado no passado. Outras vezes, precisamos olhar para o futuro e saber que, mesmo quando achamos que vimos de tudo, a vida ainda pode nos surpreender, e ainda podemos surpreender a nós mesmos.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Feliz dia das Mães...


Mãe...

MÃE...
que na presença constante me ensinou
na pureza do seu coração seguir os teus
caminhos...
MÃE...
dos primeiros passos, das primeiras
palavras...
MÃE...
do amor sem dimensão, de cada momento,
dos atos de cada capítulo de minha vida
não ensaiados, mas vividos em cada
emoção...
MÃE...
da conversa no quintal, do acalanto do
meu sono aquecido de amor, aninhada
em seu coração...
MÃE...
do abraço, do beijo que levo na
lembrança...
MÃE...
é você que me inspira a caminhar...
MÃE...
a presença de cada passo que o
tempo não apaga: por mais longo
e escuro que seja o caminho, haverá
sempre um horizonte...
MÃE...
Mulher a quem devemos a vida,
que merece o nosso respeito,
nossa gratidão e nosso afeto.