Assim sou EU....

A menina de olhos castanhos, do cabelo comprido, do sorriso sincero, da risada esquisita, dos sonhos impossíveis, da esperança interminável, de insegurança constante, dos amigos perfeitos, do coração enorme.
Aquela que se apaixona, que se esquece dos erros, que se envergonha de tudo, que se sente sozinha, e que nunca desiste. A menina que precisa ser protegida, que chora por tudo, que morre de medo, que ama a vida, que se desespera, que aproveita cada segundo, que é romântica, que fica feliz com um abraço, que sonha demais, que pensa demais, que complica demais e que deseja apenas ser feliz!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Eu contente, eu diferente, eu triste, mas sempre sorridente...
Eu, sou assim... com meu simples jeito de ser vou vivendo...
levando a vida da minha maneira... vivendo sempre cada dia... cada minuto... cada segundo...
Mesmo quando as coisas não vão bem, encontro forças para seguir... pois aprendi que quando sorrimos, as pessoas sorriem conosco... mas quando choramos... choramos sozinhos... e isso não leva a nada, a não ser à depressão...
Sei que cada momento é unico... por isso tento aproveita-lo ao máximo, posso ate não conseguir, mas com certeza tentarei... sempre...
Eu certo... eu errado.... eu confuso, mas sempre aprendendo
Sei que é errando que se aprende... por isso que eu erro... e erro sem medo, sem arrependimento...
As vezes fico em duvida entre o certo e o errado... não consigo diferenciar o que é um, o que é outro..
As vezes quero virar a direita, penso que o certo é para esquerda,
E no fim descubro que era para estar ali pelo meio, as vezes quero seguir algo, penso que este algo pode não dar certo... Acabo desistindo.. e depois vejo que era exatamente aquilo que deveria ser feito...
Mas isso não me abala... aprendi que o certo e o errado não existem... o que existe são conceitos deiferentes...
Esse sou eu... mais um sonhador... alguém que tem uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesmo compreendo, as vezes me sinto um exaltado, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… sei lá de que... talvez saudades do que eu ainda nunca pude ter...

  A vida começa quando a gente compreende que ela não dura muito...

Nenhum comentário:

Postar um comentário